Igreja

Igreja
A Igreja é de Cristo e é essa que o cristão deve ambicionar servir e não usar

sexta-feira, 9 de junho de 2017

São Josemaría Escrivá nesta data em 1974

“Meus filhos: vós e eu lutaremos, justamente porque somos rebeldes, porque não queremos ser como animais, e temos vontade de viver como filhos de Deus. Ter religião, lutar por praticar os preceitos de Cristo Nosso Senhor, nosso Amor, é uma grande rebeldia. E a isto deveis convidar os vossos amigos. A uns de uma maneira, a outros de outra”, diz em Buenos Aires.

Exemplo

Todos, mais ou menos, sabemos as obras de misericórdia mais comuns e que constam das enumeradas pela Igreja.

Mas há muitas mais que se confinam a cada um de nós que talvez não tenhamos oportunidade de vestir, alimentar, acompanhar quem necessite.

Depende, obviamente, das condições particulares de cada um mas há algo que todos seja qual for o nosso estado, situação ou circunstâncias podemos - e devemos, acrescentaria - fazer e que é seguramente uma excelente obra de misericórdia: o EXEMPLO!

A ajuda, solidariedade, interesse, preocupação com os outros podem consumar-se no exemplo que damos a respeito da nossa vida, como a encaramos, como a "levamos", como superamos as revezes, as contradições, a inquietação, suportamos a doença, o mal-estar.

Como nos empenhamos no que fazemos, as nossas obrigações e deveres.

O exemplo que dermos em todas estas situações pode ajudar de facto muitos!

Então, o exemplo, não é uma obra de misericórdia?

ama, 2016.04,18

A melhor herança a transmitir

Uma herança, em sentido abrangente, é um conjunto de bens que se transmitem de pais para filhos. É um “tesouro” maravilhoso que nos ajuda a não começar a partir do nada a nossa vida. Revela-nos, entre outras coisas, que não caímos do céu numa nave espacial. Viemos a este mundo no seio de uma família, com as suas tradições e as suas posses, tanto materiais como espirituais. A partir da nossa identidade ― em grande parte herdada dos nossos pais ― podemos começar a “construir” a nossa vida.

Além disso, dar “riquezas” aos filhos é a felicidade máxima dos pais. Desejam ajudar em tudo o que lhes for possível. Estão dispostos a passar todo o tipo de privações para que os seus filhos triunfem na vida e sejam verdadeiramente felizes. Eles são a sua alegria e a sua coroa!

Pergunta oportuna para que os pais se façam a si próprios: qual é a melhor herança que podemos deixar aos nossos filhos?

Resposta: a fé em Jesus Cristo.

Porquê?

Porque é a única coisa verdadeiramente importante.

Porque é uma riqueza que não pode ser roubada. Porque dá um sentido último à vida, para além do mero triunfo humano, que nunca é completamente possível. Porque nos revela a nossa grandeza e a nossa missão. Porque nos diz que caminhamos para a casa do Pai e não para um simples buraco na terra ― por muito bonito que seja o mausoléu!

Porque nos enche de Esperança ― com letra maiúscula ― que é a única virtude onde a alegria genuína se pode apoiar.
Mas, atenção!

A fé transmite-se pelo testemunho pessoal dos pais. Não é um mero ensinamento teórico. É a comunicação de uma mensagem de vida! A fé só é convincente quando se vê encarnada. Transmite melhor a fé não quem sabe mais, nem quem é mais inteligente, mas aquele que melhor vive de acordo com ela.

Pe. Rodrigo Lynce de Faria

O Evangelho do dia 9 de junho de 2017

Continuando a ensinar no templo, Jesus tomou a palavra e disse: «Como dizem os escribas que o Cristo é filho de David? O mesmo David inspirado pelo Espírito Santo diz: “Disse o Senhor ao Meu Senhor: Senta-Te à Minha direita, até que Eu ponha os Teus inimigos debaixo dos Teus pés”. O própio David, portanto, chama-Lhe Senhor; como é Ele, pois, seu filho?». A numerosa multidão ouvia-O com gosto.

Mc 12, 35-37