N. Sra. de Fátima

N. Sra. de Fátima
Fátima 2017 centenário das aparições de Nossa Senhora, façamos como Ela nos pediu e rezemos o Rosário diariamente. Ave Maria cheia de graça… ©Ecclesia

sexta-feira, 9 de junho de 2017

A melhor herança a transmitir

Uma herança, em sentido abrangente, é um conjunto de bens que se transmitem de pais para filhos. É um “tesouro” maravilhoso que nos ajuda a não começar a partir do nada a nossa vida. Revela-nos, entre outras coisas, que não caímos do céu numa nave espacial. Viemos a este mundo no seio de uma família, com as suas tradições e as suas posses, tanto materiais como espirituais. A partir da nossa identidade ― em grande parte herdada dos nossos pais ― podemos começar a “construir” a nossa vida.

Além disso, dar “riquezas” aos filhos é a felicidade máxima dos pais. Desejam ajudar em tudo o que lhes for possível. Estão dispostos a passar todo o tipo de privações para que os seus filhos triunfem na vida e sejam verdadeiramente felizes. Eles são a sua alegria e a sua coroa!

Pergunta oportuna para que os pais se façam a si próprios: qual é a melhor herança que podemos deixar aos nossos filhos?

Resposta: a fé em Jesus Cristo.

Porquê?

Porque é a única coisa verdadeiramente importante.

Porque é uma riqueza que não pode ser roubada. Porque dá um sentido último à vida, para além do mero triunfo humano, que nunca é completamente possível. Porque nos revela a nossa grandeza e a nossa missão. Porque nos diz que caminhamos para a casa do Pai e não para um simples buraco na terra ― por muito bonito que seja o mausoléu!

Porque nos enche de Esperança ― com letra maiúscula ― que é a única virtude onde a alegria genuína se pode apoiar.
Mas, atenção!

A fé transmite-se pelo testemunho pessoal dos pais. Não é um mero ensinamento teórico. É a comunicação de uma mensagem de vida! A fé só é convincente quando se vê encarnada. Transmite melhor a fé não quem sabe mais, nem quem é mais inteligente, mas aquele que melhor vive de acordo com ela.

Pe. Rodrigo Lynce de Faria

Sem comentários: