N. Sra. de Fátima

N. Sra. de Fátima
Fátima 2017 centenário das aparições de Nossa Senhora, façamos como Ela nos pediu e rezemos o Rosário diariamente. Ave Maria cheia de graça… ©Ecclesia

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Reflexões Quaresmais

Quaresma – 40ª Reflexão

Senhor, entramos hoje na Semana Santa, na Semana Maior, aquela que nos leva e faz viver a Tua Paixão, Morte e Ressurreição.

Muitos de nós, (e talvez cada um de nós em determinados momentos), apenas quer viver a Tua Ressurreição, e outros de nós, (e talvez cada um de nós em determinados momentos), apenas se quer manter na Tua Morte e Ressurreição.
E, no entanto, a Tua Paixão e Morte, carecem de sentido sem a Ressurreição.
E seria preciso o Teu sacrifício e entrega total, Senhor?

A verdade é que desde o Teu Natal que tudo vai levando à Tua entrega na Cruz, que leva à Ressurreição.
Apesar de todos os sinais, de todos os milagres, de todos os prodígios, eles, (aqueles que Te seguiam), continuavam sem entender e mesmo na Última Ceia continuavam a perguntar-se qual deles seria o maior, o mais importante, quando é que farias Tu, Senhor, a Sua vontade e não a vontade de Deus!

E nós que Te seguimos agora, neste tempo, continuamos sem entender também quando nos dizes que temos de “nascer de novo”, que temos de “nascer do Alto”, que temos de “perder a nossa vida para a salvar”, porque continuamos à espera que o Teu Reino seja afinal o reino das nossas vontades.

Temos a verdade à nossa frente, mas, como Pilatos, continuamos a perguntar - “quid est veritas?” – e Tu, Senhor, continuas a responder-nos com a Tua Paixão, Morte e Ressurreição.

Queria, Senhor, quero entrar em mim nesta Semana Santa, fazer silêncio de tudo na minha vida, e deixar-me amar por Ti, deixar-me guiar pelo Teu Espírito Santo, envolvido no amor do Pai, e por isso peço-Te:
Ensina-me e ajuda-me, Senhor, a “nascer de novo”, a “nascer do Alto”, a “perder a minha vida para a salvar”, por Ti, para Ti e em Ti.
Ajuda-me, Senhor, a entender e a viver verdadeiramente a Verdade que és Tu, Senhor.

Nas Tuas mãos, Senhor, me entrego, para contigo morrer e ressuscitar!

Marinha Grande, 21 de Março de 2016

Joaquim Mexia Alves na sua página no Facebook

Sem comentários: