N. Sra. de Fátima

N. Sra. de Fátima
Fátima 2017 centenário das aparições de Nossa Senhora, façamos como Ela nos pediu e rezemos o Rosário diariamente. Ave Maria cheia de graça… ©Ecclesia

quinta-feira, 30 de março de 2017

Reflexões Quaresmais

Quaresma – 29ª Reflexão

E a temperança, Senhor?

Cheio de bondade, respondes-me:
Meu filho, está rodeado de mundo, dos prazeres do mundo, dos prazeres da carne, que continuamente te procuram e te tentam.
E o teu ser é chamado para esse mundo, porque faz parte também da tua existência, por isso, muitas vezes, perdes o domínio de ti próprio e deixaste levar a viver essas tentações.
Precisas então da temperança, fruto do Espírito Santo, para alcançares o domínio de ti próprio, quando o teu ser te chama ao mundo e aos seus prazeres efémeros.
O domínio da tua língua, ou seja, daquilo que dizes, sobretudo acerca dos outros. Lembra-te que a língua pode abençoar, mas também pode ser um “assassino camuflado” destruindo a dignidade de outrem, quando profere mentiras e maldições.
O domínio dos teus hábitos quotidianos, que por vezes desrespeitam o corpo que Eu te dei, na comida, na bebida, na sexualidade em tantas outras coisas.
O domínio da tua mente, onde tantas vezes principiam as tentações a que depois cedes, por tantas razões, entre elas, o que vês, (e não devias querer ver), o que ouves, (e não devias querer ouvir), e que depois se transformam em actos contra ti, contra os outros, contra Mim.
Mas não temas, meu filho, pois o Espírito Santo te dará a temperança necessária para resistires às tentações, dando-te a capacidade de dominares as tuas inclinações para o mundo e para a carne.

Sinto-me pecador, mas aliviado, e peço-Te:
Derrama, Senhor, continuamente o Espírito Santo sobre todos e sobre mim, para que seja Ele a fazer em nós a obra que por nós próprios não conseguimos.
Faz com que eu O invoque em todos os momentos e sobretudo quando me apercebo de que o mundo me chama e me quer seduzir, para que, pelo fruto da temperança eu tenha domínio sobre mim próprio.
Ensina-me a que com o Espírito Santo eu descubra as maravilhas do mundo que para nós criaste, e me afaste de tudo o que nele me quer afastar de Ti.

Obrigado, Senhor, pela temperança.

Monte Real, 10 de Março de 2016

Joaquim Mexia Alves na sua página no Facebook

Sem comentários: