Natal

Natal
Vinde, Senhor Jesus! Estamos ansiosos pela vossa chegada para proclamarmos de novo o nascimento do Filho de Deus Pai

terça-feira, 15 de novembro de 2016

«À mesa com os 7 pecados capitais» | Convite


Retábulo do Santuário de Torreciudad

Como Zaqueu

Senhor,
subo à arvore para Te ver,
mas estou tão importante,
no meu ser,
que não Te consigo encontrar!


Fixo bem o meu olhar,
mas nada vejo,
porque o meu coração,
cheio de mim,
muito pouco sabe amar.


Por um momento,
vejo-Te,
cruzam-se os nossos olhos,
e eu fico inundado de uma paz,
de uma alegria,
que me enche por completo.


Nasce em mim uma vontade,
de não ser,
como agora sou,
mas de me converter totalmente,
ao que o Teu olhar 
me chamou.


Desço de mim,
abro-Te o coração,
dou-Te a chave da minha vida,
para que nela possas morar.


Descanso em Ti,
deixo que me envolvas,
que me ames,
como só Tu 
sabes amar.


Acalmo todo o meu ser. 

Senhor,
se Tu me habitas e amas,
que mais da vida 
posso eu querer?


Monte Real, 15 de Novembro de 2011

rezado por joaquim às 10:36
http://apenasoracao.blogspot.com/2011/11/rezando-o-evangelho-de-hoje-lc-19-1-10.html

O Evangelho do dia 15 de novembro de 2016

Tendo entrado em Jericó, atravessava a cidade. Eis que um homem chamado Zaqueu, que era chefe dos publicanos e rico, procurava conhecer de vista Jesus, mas não podia por causa da multidão, porque era pequeno de estatura. Correndo adiante, subiu a um sicómoro para O ver, porque havia de passar por ali. Quando chegou Jesus àquele lugar, levantou os olhos e disse-lhe: «Zaqueu, desce depressa, porque convém que Eu fique hoje em tua casa». Ele desceu a toda a pressa, e recebeu-O alegremente. Vendo isto, todos murmuravam, dizendo: «Foi hospedar-Se em casa de um homem pecador». Entretanto, Zaqueu, de pé diante do Senhor, disse-Lhe: «Eis, Senhor, que dou aos pobres metade dos meus bens e, naquilo em que tiver defraudado alguém, restituir-lhe-ei o quádruplo». Jesus disse-lhe: «Hoje entrou a salvação nesta casa, porque este também é filho de Abraão. Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o que estava perdido».

Lc 19, 1-10