Natal

Natal
Vinde, Senhor Jesus! Estamos ansiosos pela vossa chegada para proclamarmos de novo o nascimento do Filho de Deus Pai

domingo, 18 de dezembro de 2016

Carta ao Menino Jesus

Querido Menino Jesus,

Pedimos-Te sobretudo pelo Papa Francisco e pelo seu Pontificado, mas queremos continuar a pedir-Te pelo nosso tão amado Papa Emérito Bento XVI.

Não Te vou esconder o grande amor que tinha e tenho por Joseph Ratzinger, mas na Tua condição Divina sabes bem, que também amo Jorge Bergoglio para quem Te rogo todas as graças e proteção. O seu pontificado tem tido muitos momentos vibrantes interpelando-nos permanentemente no nosso comodismo de cristãos pecadores tantas vezes desatentos. Dirige-nos sempre para Ti e para os mais carenciados que nos faz ver que são o Teu reflexo aqui na terra, tem vindo a renovar as estruturas da Igreja, sendo que algumas são mal aceites, como se a Tua Igreja ao longo da história não tivesse evoluído e adaptado às realidades do seu tempo. Também é verdade, que muitos se sentem desorientados com algumas das suas visões para os problemas concretos dos cristãos e que dão azo a interpretações nem sempre claras.

Perdoa-me, querido Menino Jesus, se esta carta não obedece aos parâmetros habituais, nem está escrita com aquele espírito de criança que tanto aprecias, mas o meu amor ao Romano Pontífice traz-me preocupado com a unidade da Tua Igreja e o receio que lhe façam mal ou que o ritmo de trabalho e evangelização que impõe a si próprio com os seus oitenta anos, ontem completados, seja demasiado. É certo, que para Ti nunca nada que façamos é demais pois tudo mereces, mas também é certo, que com o avançar da idade vamos perdendo agilidade física e ganhando por Tua graça tranquilidade e sabedoria, ainda assim rogo-Te que o defendas e que o Espírito Santo o ilumine.

“Last but not least” queria agradecer-Te, por manteres bem de saúde e em oração por Francisco e pela Igreja, o Papa Emérito, de quem vimos imagens há dias e das quais transparece apesar dos seus nove anos estar bem apesar de algumas dificuldades físicas.

Obrigado por me concederes a vontade de Te escrever e de Te poder dizer por escrito que Te amo na Santíssima Trindade acima de todas as coisas, ao testemunhá-lo só ambiciono o Teu louvor, a proteção de Jorge Mario e Joseph manifestando-Te a minha filial gratidão.

Estamos a poucos dias do Teu Natal e ansiamos por Te acolher no Presépio e no nosso coração.

Um beijo de profundo amor e devoção,

João Paulo Reis

Sem comentários: