Natal

Natal
Vinde, Senhor Jesus! Estamos ansiosos pela vossa chegada para proclamarmos de novo o nascimento do Filho de Deus Pai

terça-feira, 5 de julho de 2016

Vídeo-mensagem do Santo Padre em apoio à campanha da Caritas Internationalis pela paz na Síria

Caros irmãos e irmãs,

Hoje desejo falar-vos de uma coisa que enche de tristeza o meu coração: a guerra na Síria que já entrou no seu quinto ano.

É uma situação de indizível sofrimento de que o povo sírio é vítima, forçado a sobreviver debaixo de bombas ou a procurar caminhos de fuga para outros países ou para zonas da Síria menos atingidas pela guerra:
A deixar as suas casas, tudo…Penso também nas comunidades cristãs, a quem dou todo o meu apoio, Pela discriminação a que estão sujeitas. Por isso, dirijo-me a todos os fiéis e aos que estão comprometidos com a Cáritas na construção de uma sociedade mais justa.

Enquanto o povo sofre, gastam-se incríveis somas de dinheiro no fornecimento de armas aos que fazem a guerra.

E alguns dos países que fornecem as armas estão entre aqueles que apelam à paz.

Como podemos acreditar em alguém que nos acaricia com a mão direita e nos golpeia com a esquerda? Encorajo todos, adultos e jovens, a viver o Ano Santo da Misericórdia com entusiasmo para vencer a indiferença e proclamar com força que a paz na Síria é possível.

A paz na Síria é possível! Por isso, somos chamados a encarnar esta Palavra de Deus: «Eu conheço bem os desígnios que tenho acerca de vós, - disse o Senhor - «desígnios de paz e não de desgraça, para vos garantir um futuro cheio de esperança» (Jer 29,11).

O convite é para rezar pela paz na Síria e pelo seu povo, em vigílias de oração, em iniciativas de sensibilização com grupos, paróquias e comunidades, para difundir uma mensagem de paz, uma mensagem de unidade e de esperança. À oração, seguem-se as obras de paz...

Convido-vos a apelar aos que estão envolvidos nas negociações de paz para que levem a sério os acordos e façam um real esforço para facilitar o acesso à ajuda humanitária.

Todos devemos reconhecer que não existe uma solução militar para a Síria: só uma solução política. A comunidade internacional deve portanto apoiar as negociações de paz para contribuir um governo de unidade nacional.

Juntemos forças, a todos os níveis, para garantir que a paz na amada Síria seja possível. Isto será um grandioso exemplo de misericórdia e de amor para o bem de toda a comunidade internacional!

Que o Senhor vos abençoe e que Nossa Senhora vos proteja.

Obrigado!

Sem comentários: